POR QUE AMAMOS OS NOSSOS PASTORES?


Em primeiro lugar, o fazemos em gratidão a Deus e cumprindo uma determinação bíblica do novo testamento: “Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver” - Hebreus 13:07.

Em segundo lugar, temos outros motivos além do bíblico, por exemplo, a solicitude dos homens que Deus levanta para o ministério da palavra. Como se doam ao rebanho de Cristo, para a glória de Deus. Cada pastor da ICM empenha tempo e esforço físico na tarefa voluntária de apascentar as igrejas. O ministério não é profissão é sacerdócio e é exercido com zelo e determinação.

“Existem duas maneiras de se representar e recomendar a verdadeira religião e a virtude ao homem - uma é mediante a doutrina e o preceito; a outra é por instância e exemplo. Ambas são abundantemente usadas nas Sagradas Escrituras” - (Jonathan Edwards). Os nossos pastores dão exemplo de desprendimento material, de equilíbrio e de empenho no socorro das ovelhas. As ovelhas de cada unidade local da ICM sabem onde encontrar o seu pastor, sabem da vida comum de cada um deles, existem laços estreitos. Pastor chora com a ovelha e a carrega nos ombros quando é necessário.

Quando o assunto é “lobo” ou “bode”, o tempo fecha, pastor da ICM tem alergia a tais animais ... mas as ovelhas também tem este tipo de alergia. Os nossos pastores não são estrelas, são homens de Deus!

Grupo de Estudos ICM Biblicamente



Leia Mais
      edit

POR QUEM JESUS MORREU? (PARTE 1)

JESUS MORREU POR TODOS OS SERES HUMANOS DO PLANETA TERRA OU SOMENTE PELOS ELEITOS? QUEM SÃO OS ELEITOS?


RESPOSTA: 1ª PARTE

As respostas aqui transmitidas estão baseadas única e exclusivamente na Bíblia Sagrada, o único manual de regras e práticas da vida cristã. Um dos princípios defendidos pela reforma protestante é o livre exame das escrituras.

JESUS MORREU POR TODOS OS HOMENS, SEM EXCEÇÃO!

A Bíblia Sagrada não apresenta limitação/acepção de pessoas para a ação remidora do sangue de Jesus. O valor do   sangue de  Jesus é o preço pago para a salvação de todos. A importância do sangue de Jesus não está limitada apenas a alguns, mas é um preço pago para o resgate de todos os   homens. Nem todos serão salvos, porque não querem a salvação. O preço do resgate, o “precioso sangue de Jesus” foi pago por todos.

I JOÃO 2:2 – “E ele é a “propiciação” pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de “todo o mundo”; 
► Alguns pregadores querem que creiamos que cristo não morreu por todos os homens e que Deus elegeu somente alguns homens para a salvação deixando os outros (não eleitos) sem acesso à graça. Esta doutrina é antibíblica.

I TIMÓTEO 2:3-6 3 - “(...)Deus nosso Salvador, 4 Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. 5 Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 6 O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos”
►Certos pregadores estão equivocados no tocante ao entendimento da doutrina da eleição, do contrário, DEUS estaria se contradizendo ao desejar a salvação de todos os homens, tendo eleito apenas alguns. A Bíblia Sagrada não mente e nunca se contradiz. Os equívocos humanos é que contradizem a palavra de Deus.

I TIMÓTEO 4:9-11- “Esta palavra é fiel e digna de toda a aceitação; 10 Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, ... 11 Manda estas coisas e ensina-as;”
►Por qual motivo o apostolo não disse “salvador de todos os eleitos”?

ISAIAS 53:6,10 – “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre Ele à iniquidade de nós todos; 10 Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado”;
►Não caiu sobre ele a iniquidade de meia dúzia de eleitos, caiu sobre ele a iniquidade de todos os homens.

HEBREUS 2:9,17 – “Aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos; 17 Por isso convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo”.
►Ele provou a morte por todos ou pelos eleitos?

DEUS OFERECE SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS

ATOS 17:30 - “Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam”
Deus ofereceu salvação a todos os homens e elegeu apenas alguns? (Não é isto que o texto prega).

I TIMÓTEO - 2:6 -  O qual se deu a si mesmo em “preço de redenção por todos” –
O preço da redenção é para todos ou somente para os eleitos?


A CONDENAÇÃO É FRUTO DAS ESCOLHAS DE CADA UM E NÃO DA "SORTE" DE TER SIDO OU NÃO ELEITO

JOÃO 3:19 – “E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más”
Cada homem possui livre-arbítrio para fazer a sua própria escolha.

DEUS CONVIDA A TODOS OS IMPIOS E NÃO OS “IMPIOS ELEITOS”

O sangue de Jesus e a morte de Jesus é extensível a todos.  Somente não alcança quem não quer ser salvo. O Senhor Jesus provou a morte “por todos”.

ROMANOS 5:6 – “Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios”
Cristo morreu pelos ímpios porque Deus não tem prazer na morte de nenhum ímpio e este é motivo principal pelo qual eu tenho sido um pregador do evangelho, comprometido com a Bíblia Sagrada, a inerrante palavra de Deus.

ROMANOS 5:18 “Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio à graça   sobre “todos os homens” para justificação de vida”
► Então um só homem trouxe a miséria e fechou a porta do céu para todos homens, mas Jesus se fez homem e abriu a porta do céu para qualquer ímpio que quiser deixar de ser ímpio e submeter-se a Deus.

II CORINTIOS 5:19 – “Isto é, Deus estava em “Cristo reconciliando consigo o mundo”, não lhes imputando os seus pecados”
Deus reconciliou consigo o mundo ou os “eleitos”?  O texto bíblico é claro ao dizer que por meio de Cristo, o mundo todo está apto a rejeitar ou aceitar a benção de Deus - É por isto que cantamos o louvor revelado “SOMOS TEU POVO TUA IGREJA” o louvor diz que Deus quis salvar o mundo, mas o mundo não quis, o louvor é totalmente bíblico, Jesus também reclamou, pois queria salvar Jerusalém e Jerusalém o rejeitou, Jerusalém era eleita (eleição coletiva - corporativa).

I JOÃO 4:10,14-15 – “Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados; 14 E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. 15 Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus”
► O versículo 14 não diz que Deus enviou Jesus para salvar os eleitos, mas para salvar o mundo. E o termo “Qualquer” do versículo 15 não imputaria ao pecador esta decisão?

As maiores heresias da história do cristianismo foram produzidas por verdadeiros homens de Deus, que em um dado momento deixaram a soberba entrar no coração e passaram a distorcer a palavra de Deus.

TITO 2:11-12 – “Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens...”
►Porque a Bíblia não diz “trazendo salvação a todos os eleitos”?

JESUS VEIO SALVAR O MUNDO OU OS ELEITOS?

JOÃO 3:16-19 16 – “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna; 17 Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele; 18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. 19 E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más”.
► O evangelho diz claramente que Cristo veio salvar o mundo e também nos apresenta os resultados da má escolha dos homens quando estes rejeitam esta salvação.

EZEQUIEL 18:23,32 – “Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? Diz o Senhor DEUS; Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva? 32 Porque não tenho prazer na morte do que morre, diz o Senhor DEUS; convertei-vos, pois, e vivei”.
►Então o todo-Poderoso é misericordioso e convida o homem ímpio para uma mudança de vida.

II PEDRO 3:9 - “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânime para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se”
► Na sua bíblia tem este texto? ou você é semelhante a meia dúzia de cristãos que afirmam que aquilo que está escrito não é o que está escrito?

ROMANOS 8:32 – “Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós”.
Por qual motivo o apostolo não disse “antes o entregou por todos os seus eleitos?

JOÃO 6:33 - Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo;
► O pão de Deus veio para dar vida ao mundo ou aos eleitos?

JOÃO 1:29 No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo;
Ele tira o pecado do mundo ou somente o pecado dos “eleitos”?

II CORÍNTIOS 5:14-15 – “Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram. 15 E Ele morreu por todos” –
Ele morreu por todos.

JOÃO 1: 9 - “Ali estava à luz verdadeira, que ilumina A TODO o homem que vem ao mundo”;
Certos pregadores querem que eu creia que Deus ilumina todo o homem que vem ao mundo, mas depois apaga a luz se o homem não for um “eleito” e está destinado a se danar. Este “evangelho” não é bíblico, isto chama-se “outro evangelho”. A luz de Deus ilumina a todo o homem, mas um dia tal homem fará as suas escolhas e aí sim, a luz de Deus não combina com as trevas. A luz da benção de Deus é para todos os homens, mas a maioria escolhe entrar pela porta larga e pelo caminho espançoso da perdição. O homem entra neste caminho se quiser, mas a luz de Deus é santa ela não o acompanha. A luz somente acompanha o homem quando ele anda pelo caminho e pela porta estreita.

ROMANOS 11:32 – “Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, para com todos usar de misericórdia”
TODOS significa TODOS ou o apostolo estaria contando uma mentirinha?

ATOS 10:34 - “Então PEDRO, tomando a palavra, disse: Na verdade reconheço que Deus não faz acepção de pessoas”.
Deus não faz acepção de pessoas e você anda pregando que ele te escolheu e não escolheu o seu vizinho? O senhor não faz acepção de pessoas porque isso é algo considerado por Ele MESMO como pecado, e DEUS NÃO COMETE PECADO. A acepção de pessoas É UMA transgressão à lei do próprio Deus.  TIAGO 2:9 “Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redarguidos pela lei como transgressores”.

SORRIA, CARO LEITOR, VOCÊ PODE EVANGELIZAR E DAR UM BOM TESTEMUNHO PERANTE OS SEUS FAMILIARES, SEM MEDO, AFINAL A BÍBLIA SAGRADA NOS DIZ QUE DEUS QUER SALVAR A TODOS OS HOMENS, INCLUSIVE OS PECADORES DA SUA CASA!

Poderíamos pensar o contrário se Paulo tivesse dito ao centurião “Crê no Senhor Jesus Cristo e SE FORES UM ELEITO serás salvo tu e SE a tua casa TAMBÉM FOR ELEITA SERÁ SALVA TAMBÉM!”. Não foi isto que Paulo disse, mas sim “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo tu e a tua casa!”, este foi o mesmo Paulo que aconselhou Timóteo a viver a doutrina para ser um instrumento para a salvação (no futuro) de outros que o ouvissem: “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem” - I Timóteo 4:16. A fé vem pelo ouvir da palavra de Deus e gera conversão genuína de dentro para fora, aí o Espirito Santo vem reinar na vida do servo, para a glória de DEUS!

É o Espírito Santo que convence o homem quanto ao pecado, Justiça e Juízo, mas Deus em sua soberania decidiu permitir que o homem aceite ou rejeite esta grande benção. (Romanos 5:18 – II Coríntios 5:19).

Em breve publicaremos a segunda parte da resposta.

Por Grupo de Estudos Bíblicos ICM Biblicamente

Leia Mais
      edit

O ISRAEL PROFÉTICO E A BENÇÃO DE DEUS

O Norte do Negev há 50 anos e o Norte do Negev nos dias de hoje

“O difícil nós fazemos agora, o impossível leva um pouco mais de tempo.”

Quem me conhece sabe que sou um sionista entusiasmado. Para mim, uma das coisas mais emocionantes quando estou em Israel é visitar o Negev. Já estive na Universidade Ben Gurion, já estive na casa do próprio Ben Gurion, já caminhei pelas ruas Beersheva com meus filhos, já andei pelo deserto e convivi com os moradores locais. É fantástico!

Quando afastou-se do cargo em 7 de Dezembro de 1953, David Ben Gurion, o fundador do Moderno Estado de Israel, mudou-se para o kibbutz de Sde Boker, uma área completamente degradada no Deserto de Negev. Ben Gurion tinha por objetivo que a sua atitude pessoal estimulasse outros imigrantes judeus a fazer o mesmo, ou seja, a ocupar e desenvolver a região.

Ben Gurion deixou uma Tel Aviv cosmopolita, abriu mão da comodidade de uma Jerusalém centralizada ou da promessa de uma aposentadoria tranquila numa paradisíaca praia de Eilat, para morar num dos lugares mais inóspitos da Terra Santa. Trocou a segurança do que havia conquistado pela aventura do começar de novo.

Há cerca de 50 anos, mais do que um desafio, o Deserto do Negev era exatamente isso, um deserto. Acompanhado da esposa Paula e de todos os seus sonhos, David Ben Gurion iniciou mais um daqueles milagres que só acontecem em Israel: fazer o deserto florescer.

Meio século depois, o “Deserto do Negev” está irreconhecível! E vem-nos à mente a icônica frase de Ben Gurion ao iniciar a sua fantástica aventura: “O difícil nós fazemos agora, o impossível leva um pouco mais de tempo.”

O impossível aconteceu!


Fonte: Noticias de Sião
Leia Mais
      edit

A IGREJA CRISTÃ MARANATA

Por Renato Pompeu


Mais um trabalho meu do curso de História.

Atividade
Devemos considerar que não existe uma sociedade desprovida de qualquer forma de religião, ainda que as crenças e as práticas variem de cultura para cultura.

Descreva o fenômeno religioso sob uma perspectiva antropológica. Para tanto, escolha uma manifestação religiosa presente na sociedade brasileira. Você deve mostrar o que esta representa na sociedade, qual é o seu rito, quais são seus valores estéticos e morais, quais são seus símbolos e significados; enfim, uma descrição do comportamento religioso como fenômeno social.

Escolha
Morando há dez anos seguidos no Cambuci, bairro da zona central de São Paulo, fiquei conhecendo um grupo de mulheres empregadas domésticas que ali moram e trabalham, ligadas entre si tanto por parentesco como por amizade, todas originárias de regiões rurais da Bahia, onde trabalhavam na roça, e que me chamaram a atenção por estarem sempre de bom humor, serem muito trabalhadeiras, e de um comportamento ético impecável, além de educarem muito bem as suas crianças. Fiquei sabendo que eram fiéis da Igreja Cristã Maranata e com o tempo foram ascendendo socialmente, pelo estudo formal ou profissionalizante, completando o curso secundário e mesmo universitário, tornando-se balconistas de padaria, vendedoras de cosméticos, cabeleireiras, esteticistas em geral, atendentes de creche com diploma em Pedagogia, etc. Quando foi proposta a presente Atividade, não tive dúvida em escolher a Igreja Cristã Maranata da Aclimação, bairro vizinho ao Cambuci, frequentada por essas antigas domésticas, como a manifestação religiosa presente na sociedade brasileira objeto do meu trabalho.

O que a Igreja Cristã Maranata representa na sociedade
Segundo o pastor Ubirajara Torres Correia e Cunha, “Maranata” significa, em aramaico, “Ora, venha o Senhor Jesus”. A Igreja foi fundada em 1967 em Vila Velha, no Espírito Santo, por antigos presbiterianos, que teriam recebido uma revelação em que Deus lhes ordenava estabelecer a nova Igreja. Hoje ela tem templos em vários países, inclusive Canadá e Japão.

A Igreja Cristã Maranata tem uma característica notável. Seus clérigos – obreiros, diáconos, pastores e ministros, todos homens, obrigatoriamente casados, a não ser que tenham enviuvado após terem começado a exercer a função – não recebem nenhum tipo de remuneração; o dízimo é todo destinado a sustentar as sedes e as atividades da Igreja. O próprio pastor Ubirajara é agente de negócios de importação e exportação. As fiéis que fiquei conhecendo se orgulham muito do fato de seus pastores não receberem nenhuma remuneração, o que para elas reforça a moralidade da Igreja. Nisso está implícita uma crítica a outras Igrejas, em que os sacerdotes, padres ou pastores, são sustentados, muitas vezes no luxo, pelos fiéis.

Para o pastor Ubirajara, o que a Igreja Cristã Maranata representa na sociedade é “a palavra revelada, a palavra de esperança”. Dito de outro modo, as palavras da Bíblia e as revelações feitas por Deus, seja a pastores, seja a fiéis, dão condições aos crentes de enfrentar o duro mundo em que vivemos, que seria sem esperança sem a religião. Os adeptos da Igreja estão bem conscientes das ligações entre os problemas da globalização, da sociedade brasileira e da religião. Tanto que o pastor Ubirajara inclui entre os “sinais de que a segunda vinda de Jesus está próxima”, os fatos de que “um terço das espécies vivas e das florestas já está destruído, as guerras e os rumores de guerras, a situação em que os pais ficam contra os filhos e os filhos ficam contra os pais, as contaminações por vírus”.

Para as fiéis que conheço mais, o que a Igreja Cristã Maranata representa na sociedade é um porto seguro dentro do torvelinho da globalização, que as trouxe da roça para a dinâmica e cruel urbanidade de São Paulo e, principalmente, uma orientação segura, dada por homens equilibrados (por serem casados) e nada interesseiros (por não receberem remuneração), diante dos contrastes e confrontos e das rápidas mudanças do mundo em que vivem. A Igreja, para elas, encarna o ideal de vida tradicional a que aspiram: a constituição de uma família digna e a vivência de uma vida dignificada pelo trabalho e pelo respeito mútuo.

A Igreja Presbiteriana, desde os seus inícios no século 16, em Genebra, na Suíça, se caracterizou por seus pastores serem eleitos pelos fiéis. Mas os antigos presbiterianos que se tornaram os fundadores da Igreja Cristã Maranata sofreram um “avivamento pelo Espírito Santo” e os novos pastores são escolhidos entre os diáconos candidatos por diáconos e pastores que recebem uma “revelação”. Em outras palavras, seria Deus que escolhe os pastores.

Apesar dessas aparências pentecostais e neopentecostais, os fiéis da Igreja não demonstram nenhuma “americanização” de suas concepções. Ao contrários, várias fiéis que conheço são partidárias de Fidel Castro e de Hugo Chávez, embora saibam que Fidel é ateu e que em Cuba há “igualdade sem desenvolvimento”. São muito críticas em relação aos Estados Unidos. De modo que não podemos interpretar sempre a globalização como desnacionalização ou americanização – cada caso de religião que sofre o influxo da globalização é um caso específico e como tal deve ser estudado.

O rito da Igreja Cristã Maranata
Assisti a um culto na Igreja Cristã Maranata da Aclimação, conduzido pelo pastor Ubirajara. Num salão de duas fileiras de bancos de madeira em que caberiam cerca de 150 pessoas, havia perto de 70. O salão tem pé direito alto e teto de madeira de duas águas, com as paredes de alvenaria brancas contrastando com a cor de madeira escura do teto e das colunas de madeira que interrompem as paredes intercaladamente. O púlpito é de madeira lavrada e fica no centro do que seria o altar. Há um prolongamento lateral onde ficam os músicos com seus instrumentos, fora da visão da grande maioria dos fiéis. Há entre o lugar dos músicos e o púlpito um telão em que uma fiel projeta mensagens e letras de louvores. Luminárias modernas e discretas, penduradas do teto, criam um ambiente ao mesmo tempo acolhedor e elegante.

O culto começa com todos os fiéis se ajoelhando, em prosternação ao Senhor Jesus. Em seguida são cantados em coro três louvores, a Jesus, ao Pai e ao Espírito Santo. Notável é que um dos louvores diz: “A fartura que há na casa do Senhor/ Nada se compara ao que vês aqui/ Tudo isso Deus preparou para ti”. Ou seja, a Igreja aparentemente promete fartura a quem seguir com fé e sinceridade os seus mandamentos de vida digna, trabalho digno, aplicação ao estudo, e vida digna no trabalho, na família e na sociedade. No entanto, após os louvores, o pastor explica que “vida” não se refere à vida cotidiana, mas à vida eterna.

Mesmo assim, na maior parte do tempo se trata de problemas da vida concreta. Se seguem a leitura e a interpretação pelo pastor de versículos do Livro de Samuel que tratam de Davi. A interpretação não fala da vida eterna, mas da vida concreta dos fiéis: o pastor compara a “carne” representada por Golias ao “espírito” encarnado por Davi, que faz o que todo fiel deve fazer: louva o Senhor, é sisudo nas palavras, gentil no comportamento, valente na luta contra o Mal representado pelos “gigantes” que todos têm de enfrentar no dia a dia. A história de Davi se torna uma alegoria da luta que todos enfrentam contra o mal. “Qual o gigante que nos afronta?”, pergunta o pastor – e somos tentados a responder que é o gigante da globalização, o gigante das injustiças e desigualdades da sociedade brasileira.

O rito prossegue com cerca de 25 fiéis – mais de um terço do total presente – prestando depoimentos individuais sobre suas aflições e fazendo pedidos sobre doenças em família, brigas em família e outros problemas concretos que estão enfrentando. Há fiéis de todas as etnias, a maioria das classes populares, mas alguns das classes médias e mesmo médias altas.

O clima no final é de exaltação, entoa-se um hino vibrante e o pastor se despede, depois de fazer um anúncio sobre as próximas atividades.

Valores estéticos
A Igreja Cristã Maranata tem, nas palavras do pastor Ubirajara, uma estética “revelada” por Deus”: o formato do púlpito e dos bancos foi “revelado” a seus fundadores, bem como a arquitetura de seus templos, sendo os mesmos em todas as igrejas Maranata em todos os países. Além dos contrastes entre a madeira escura das colunas e do teto e o branco das paredes, o único ornamento são vasos de folhagens, sem flores. Os pastores portam ternos escuros e gravata; os fiéis estão com roupas mais bonitas do que usam no trabalho, as fiéis em geral bem maquiadas.

Valores morais
O que chama a atenção entre os valores morais da Igreja Cristã Maranata são os seus incentivos a uma vida de trabalho e familiar regrada e a uma grande aplicação nos estudos. Há uma preocupação central em bem educar os jovens e em cada um buscar sempre e a cada momento ser “uma pessoa melhor”. É muito importante o exemplo – “Não posso pregar o que não pratico”, diz o pastor Ubirajara.

Símbolos e significados
Não há símbolos visuais na Igreja Cristã Maranata. Nem mesmo a cruz sem o Cristo, ostentada por tantos templos de diferentes Igrejas evangélicas que não aceitam imagens, aparece na fachada ou sobre o púlpito, ou em qualquer lugar ou impresso. “Somos fiéis a um Deus vivo e não a um Deus morto, que tem boca mas não fala”, explica o pastor Ubirajara.

No entanto, a vivência dos fiéis é repleta de significados. A cada momento, por suas ações, o crente está “louvando o Senhor” e “sendo salvo”, ainda que esteja lavando roupa ou falando a uma criança.

Conclusão

A conclusão geral é que os fiéis da Maranata dela esperam uma alta moralidade e uma orientação que lhes permitam ter uma vida digna, pois vivem num mundo em que a alta moralidade e a vida digna escasseiam. Em outras palavras, para esses fiéis a religião não é “o ópio do povo”, ao contrário do que escreveu Marx, mas, como também escreveu Marx, “o suspiro da criatura oprimida, a alma de um mundo sem alma, o espírito de um mundo sem espírito”. 


 
RENATO POMPEU - 1941-2014

Renato Pompeu nasceu em Campinas, SP, em 1941, mas sempre morou em São Paulo. Em 1960 entrou no curso de Ciências Sociais da USP e no mesmo ano começou a trabalhar como jornalista, tendo atuado na Folha de S. Paulo, na revista Veja e no Jornal da Tarde, além de outras publicações. Ganhou três Prêmios Abril e um Prêmio Esso de Jornalismo, por trabalhos sobre males do coração, males do tabaco e futebol. Como escritor, tem 22 livros publicados, entre ficção e não-ficção. Atualmente colabora na Caros Amigos, Carta Capital, Diário do Comércio e Diário de S. Paulo, além do blog. Dos 22 livros publicados, destacam-se os romances "Quatro Olhos" (1976), "Samba-Enredo" (1992), ambos pela Editora Alfa-Ômega, e "O Mundo como Obra de Arte Criada pelo Brasil" (2008), pela Editora Casa Amarela. De não-ficção, "Memórias da Loucura" (1983), pela Alfa-Õmega, "Globalização e Justiça Social" (1996), pela Editora Scortecci, e "Canhoteiro, o Homem que Driblou a Glória" (2002), Ediouro.
Leia Mais
      edit

SE A ICM FOSSE SEITA...

Por Marco Elias



QUESTIONÁRIO

RESPOSTAS

1 - Do ponto de vista evangélico, a Igreja Cristã Maranata é uma seita? Justifique a sua resposta.

DEFINITIVAMENTE, NÃO!

A Igreja Cristã Maranata não pode ser chamada de "seita" no sentido comum utilizado por teólogos protestantes, reformados ou pentecostais, do contrário, todas as igrejas evangélicas, sem exceção, seriam abarcadas por este termo.


O termo "seita" é usado para designar grupos religiosos que pregam a salvação substituindo os elementos da GRAÇA pelas obras e a atuação da TRINDADE (Pai, filho e Espirito Santo) por outros “agentes salvadores e ainda pregam o exclusivismo religioso, isto é, as "seitas" afirmam que a salvação existe somente entre as suas quatro paredes. A ICM sempre pregou que a salvação é somente (e unicamente) pela graça de Deus e nunca pelas obras. A ICM crê e professa a trindade. A ICM nunca pregou que a salvação está restrita às quatro paredes da instituição.

VEJAMOS UM EXEMPLO: Algumas igrejas evangélicas (os presbiterianos e outros históricos) praticam o batismo infantil (pedobatismo), uma ordenança de Agostinho de Hipona também defendida pelos reformadores. Cabe mencionar que milhares de anabatistas (precursores dos batistas) foram condenados à morte por afogamento por não aceitarem o batismo infantil. Os calvinistas e luteranos dizimaram milhares de anabatistas pelo motivo mencionado. Pergunto: Devo enquadrar a IPB na lista de "SEITAS"?

NÃO. A regra mencionada acima é clara. A IPB prega a salvação pela graça que há em Cristo. De forma semelhante existem práticas em todas as igrejas evangélicas que não se encaixam com o texto das sagradas escrituras, porém, não são estas práticas que definem se uma igreja é ou não uma "seita". O caro leitor já procurou verificar quais são as práticas litúrgicas ou institucionais da sua igreja que não podem ser encontradas na bíblia sagrada?

SE seguirmos os critérios obscuros defendidos pelos "inimigos da ICM", todas as igrejas evangélicas (sem exceção) serão abarcadas ao perfil de "SEITA", porém se utilizarmos o termo em seu sentido comum utilizado pela teologia convencional, a Igreja Cristã Maranata não se enquadra no perfil de "SEITA". 

Somos carismáticos, isto é, cremos nos dons espirituais, mas deixaremos que um cristão cessacionista (que não crê nos dons revelacionais) nos explique isto, falando sobre o fato da Igreja Cristã Maranata NÃO se enquadrar no perfil de "SEITA". Claro, que ele tocou na "ferida" da soberba religiosa (infelizmente "meia dúzia" de maranatas são soberbos mesmo - esta é a verdade). Clique na imagem para conferir:



2 - Quem são as pessoas que afirmam que a Igreja Cristã Maranata é uma seita? Por quais motivos tais pessoas não exibem suas identidades?


Geralmente são grupos anônimos da web, motivados por interesses pessoais obscuros, dentre eles a necessidade de vingança contra algumas pessoas que no passado fizeram valer o estatuto disciplinar da denominação. Certamente não podem exibir a sua identidade por motivos óbvios. Clique nas imagens para exibir o conteúdo:

SÉRIE - TERRORISTAS VIRTUAIS - QUALQUER SEMELHANÇA NUNCA SERÁ MERA COINCIDÊNCIA!
QUALQUER SEMELHANÇA NUNCA SERÁ MERA COINCIDÊNCIA!

SÉRIE - TERRORISTAS VIRTUAIS - A VINGANÇA DOS QUE SAÍRAM PELA PORTA DOS FUNDOS!
A VINGANÇA DOS QUE SAÍRAM PELA PORTA DOS FUNDOS!

SÉRIE - TERRORISTAS VIRTUAIS - AS TRÊS MARCAS DO LOBO LEGALISTA ESCONDIDO NA MOITA DO TERRORISMO VIRTUAL
AS TRÊS MARCAS DO LOBO LEGALISTA ESCONDIDO NA MOITA DO TERRORISMO VIRTUAL

3 - O portal do CACP (Centro Apologético Cristão de Pesquisas) NÃO enquadrou a Igreja Cristã Maranata em sua lista de seitas, apenas a classificou como “movimento contraditório”. Qual é a sua análise deste fato? Poderia responder algumas questões ali propostas, para nos ajudar a compreender os fatos? (link com a POSTAGEM DO CACP).


Não creio que uma matéria produzida por uma fonte anônima mereça credibilidade e muito menos quem a utiliza para estabelecer critérios classificatórios quanto a instituições de qualquer natureza, todavia, em respeito aos leitores deste blog cada questão apresentada será devidamente refutada...

Leia Mais
      edit

MARCADORES

A Mente (1) A Singularidade da Palavra de Deus (1) A Vara de Arão Floresce (1) A Viúva de Sarepta (1) A.W. Tozer (2) Abraão (1) Adolescentes (1) Adolf Hitler (1) Além da Letra (1) Aliança (2) Análise Salmos 1:1 (1) Android (1) Antigo testamento (1) apocalipse (1) APP (1) Arqueologia bíblica (1) As janelas do palácio (1) Auxílio ao Obreiro (2) avivamentos (2) batismo com Espírito Santo (1) Ben Gurion (1) Bençãos (1) Bíblia (1) Biblia a Palavra De Deus (1) Bíblia A Palavra De Deus (6) bíblia x Ciência (2) Biblicamente (2) calvinismo (2) Calvino (1) Caminhada dos Servos (1) cananeus (1) cessacionismo (2) Ciro Zibordi (1) clamor pelo sangue de Jesus (1) comportamento (1) computadores (1) consulta à palavra (1) convite (1) Cristianismo Renovado (1) culto (1) Culto de Passamento (1) Culto de Sepultamento (1) Daladier Lima (2) Daniel Santos (12) determinismo (1) Deus Conosco (1) Devocional (1) dilúvio (1) Dons Espirituais (4) EBD (1) Egito (1) eleição (1) Emanuel Minos (1) Espirito Santo (1) estudantes (1) Estudo da Semana (1) Êutico (1) evangelho (2) Evangelização (1) família (1) fariseus (1) (1) Filmes evangélicos (1) Heresia (2) Heróis da fé (2) ICM (1) igreja (3) igreja corpo de Cristo (1) Igreja Cristã Maranata (1) igreja primitiva (1) informática (1) IOS (1) Israel (1) Jeremias (2) Jesus (3) Jesus a proteção para a alma aflita (1) Jesus Glorificado (1) Jesus Rei dos Reis (1) Josafá rei de Judá se tornou aliado de Acazias rei de Israel (1) José (1) Josenilson Félix (1) Jovens (5) Julgamento (1) Lamentações (1) lemas (1) liberalismo teológico (3) Línguas estranhas (1) livre-arbítrio (5) Marcelo Lyrio (2) Marco Elias (16) Mas retirou-se dali para a terra junto do deserto (1) meios de graça (3) Melquisedeque (1) Mensagens Lemas (1) mescla (1) Mundanismo (1) Natal (1) Nildo Oliveira (10) nobreza (1) Noruega (2) novo testamento (1) O exilado cativo depressa será solto (1) O Paralítico de Betesda (1) O sepultamento de Saul (1) Obreiro Aprovado (1) Olav Rodg (1) Oração (1) Os escudos de bronze de Roboão (1) Os que se arriscam no mar grande (1) ovelhas (1) pais da igreja (1) palavra revelada (2) Palavra Revelada Oficial (9) pastor (1) pastores (1) Paz (1) Pentecostalismo (3) perseguições (1) Porta (1) predestinação (1) Profecia (4) Promessas (1) Prossigo para o alvo (1) provérbios (1) rebelião (1) redes sociais (1) reforma protestante (2) Renato Pompeu (1) Reuniões (1) revelação (2) sacrifício de Jesus (1) Salmo 91 (4) Salvação (28) santificação (2) Satélite Maranata (1) seita (1) Série de Estudos (1) smartphone (1) sociedade (1) soteriologia (1) Spurgeon (1) teologia (3) Tony Sousa (2) Trombetas (1) universitários (1) Vale (1) Vanderléia Silva (1) verdade (1) vida cristã (1) vida em Cristo (3) vídeos (2) Vincent Cheung (1) Viva o Rei (1) Windows (1) Windows Phone (1)

 

"Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos."
Salmos 119:105