Portal de Estudos Bíblicos

O EVANGELHO VERDADEIRO E AS RAPOSAS DO SÉCULO XXI

por Marco Elias



O mundo não precisa de teólogos, o mundo precisa de servos de Deus. Há teólogos de sobra nas igrejas, mas faltam servos de Deus. Não tenho nada contra os teólogos e creio que todo servo fiel de Deus torna-se um exímio teólogo em sua pratica cristã cotidiana, principalmente se ele tem dado frutos na obra de Deus. Aqui refiro-me aos teóricos infrutíferos que vivem de discursos vazios e fogem da responsabilidade de evangelizar as massas, não saem ao campo para cumprir o "IDE" de Cristo, pois são preguiçosos, omissos e costumam atribuir esta inércia e ineficácia evangelística ao planejamento divino.

Antonio Gilberto, servo de Deus e teólogo da CPAD, afirma que "conhecimento sem piedade não presta para edificar o povo de Deus". Hernandes Lopes, outro servo de Deus e teólogo da Igreja Presbiteriana do Brasil, afirma que "a ortodoxia precisa ser regada com o óleo do Espirito". Estes dois servos de Deus destoam maravilhosamente do restante das organizações as quais pertencem, pelo simples fato de cada um deles ser capaz de colocar a Bíblia Sagrada acima das práticas e confissões religiosas de suas respectivas denominações. Antonio Gilberto é adepto do genuíno, ordeiro, bíblico e cristocêntrico culto pentecostal. Hernandes Lopes passou por cima do cessacionismo corrosivo que permeia o meio calvinista e hoje defende alguns princípios bíblicos inalienáveis, para um cristão que vive de obedecer a voz de Deus.

Enquanto isto alguns teólogos enaltecem modelos fundamentados NÃO na Bíblia Sagrada, mas na vida de homens que nunca foram capazes de abandonar a sua antiga religião. Apesar de serem chamados de protestantes, a religião romanista nunca saiu do coração delesTrouxeram a inquisição, as fogueiras e o casamento da igreja com o estado para dentro da reforma protestante. Estas práticas foram o joio no meio da lavoura de trigo e o pedobatismo (batismo infantil) foi o grande bezerro de ouro da reforma protestante.

Um desvio teológico não destrói um povo da noite para o dia seguinte. Os desvios teológicos destroem a longo prazo. Observe nas imagens a seguir, a evolução dos desvios teológicos:

FIGURA 1 ► O DESVIO TEOLÓGICO HOJE


FIGURA 2 ► O RESULTADO DO DESVIO NO FUTURO


O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO

“(...) Acautelai-vos primeiramente do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia. Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido” - Lucas 12:1-2


Este texto bíblico é muito especial, para os observadores da linha do tempo da história do Cristianismo, pois nos fala que o passar do tempo nos revelará certas verdades ocultas. Realmente certos paradigmas e pressupostos teológicos tem caído por terra neste início de século XXI. Os velhos paradigmas vão sendo questionados e caem por terra com força, tal qual a arvore frondosa que dava sombra aos animais, até ao dia em que cai com seu tronco podre fazendo grande estrondo. O problema estava no terreno arenoso dos argumentos teológicos que tomaram um desvio lá no inicio da reforma protestante e até mataram em nome de Deus, mas agora colhem os resultados 500 anos depois.

Galileu Galilei disse certa vez, diante do tribunal da inquisição católico, que "o tempo é o Senhor da razão e a verdade é filha do tempo". O tempo atual tem mostrado que certos caminhos tomados pela cristandade estavam terminantemente errados, mas certos teólogos de hoje são mais teimosos que vaca acostumada a descer regularmente no brejo.

O materialismo e a secularização do evangelho são os fatores que desde o século XX tem moldado a cristandade evangélica ao formato do mundo. Enquanto isto, os deterministas dizem que possuem o remédio para a cristandade evangélica brasileira, sob o pretexto de combate à teologia da prosperidade, mas o que eles possuem é um veneno letal chamado cessacionismo. Os adeptos do materialismo evangélico conhecido como teologia da prosperidade estão casados com este mundo e dificilmente o abandonarão. Este grupo ignora também que o precursor do seu modo materialista de pensar foi nada menos que João Calvino, o qual pregava que as riquezas eram a prova do favor divino ao crente alcançado pela graça. Esta parte os teólogos não convertidos não gostam de mencionar.

AS RAPOSAS RELIGIOSAS DE ONTEM

O sociólogo americano Jeffrey Hadden fez uma pesquisa em maio de 1982, entre os pastores nos EUA. Os dias atuais de apostasia já estavam anunciados. Nessa pesquisa dez mil pastores protestantes foram questionados (7.441 pastores participaram). Os resultados foram publicados em 1998 (CONFIRA AQUI).

1. A Bíblia é a Palavra inspirada e inerrante de Deus?

67% dos Batistas Americanos* disseram: Não
82% dos Presbiterianos disseram: Não
87% dos Metodistas disseram: Não
95% de Episcopais disseram: Não

* Há duas Convenções Batistas nos EUA. Os Batistas do Sul (conservadores) e os Batistas Americanos (liberais)

2. Jesus nasceu de uma virgem?

Batistas Americanos 34% disseram: Não
Episcopais 44% disseram: Não
Presbiterianos 49% disseram: Não
Metodistas 60% disseram: Não
Luteranos** 19% disseram: Não

** Há duas convenções luteranas nos EUA. A Igreja Luterana (liberais) e a Igreja Luterana do Missouri (conservadores)

3. Jesus era o filho de Deus?

Diante do receio dos pastores em responder a essa pergunta os pesquisadores concederam anônimato às suas denominações. O resultado liberado foi que mais de 80% dos ministros da Igreja Batista Americana, Episcopal, Presbiteriana, Metodista e Luterana respoderam que "Não acreditam que Jesus era o filho de Deus" sem no entanto especificar percentagens.

4. Você acredita na ressurreição física de Jesus?

Luteranos: 13% disseram: Não
Presbiterianos: 30% disseram: Não
Batista Americana: 33% disseram: Não
Episcopais: 35% disseram: Não
Metodistas: 51% disseram: Não

ANÁLISE DE RESULTADOS

O resultado mais recente destas estatísticas são refletidos hoje na PCUSA (Igreja Presbiteriana Americana - 100% calvinista), a qual continua sendo uma igreja protestante, mas tem protestado contra Cristo e contra a Bíblia Sagrada. (Confira neste Link).

Após ler o texto de Lucas 12:1-2, responda, se puder as seguintes questões:
1 - O velho jargão "UMA VEZ SALVO, SALVO PARA SEMPRE" está valendo para a PCUSA, ou esta denominação nunca foi salva?

2 - Se os homens não possuem livre-arbítrio (como pregam os calvinistas) foi Deus que preparou (predestinou) a miséria da PCUSA? (O Deus justo não faria este tipo de coisa, portanto a minha pergunta é retórica).

“Mas vos sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” - 1 Pedro 2:9

3 - Considerando o versículo acima (1 Pedro 2:9) e a teologia calvinista que afirma que os eleitos nunca se apostatarão da fé, podemos afirmar que a PCUSA nunca foi eleita? 

4 - Se a PCUSA continua fazendo valer a sua eleição e nunca perderá o direito à arvore da vida, podemos afirmar que o calvinismo tem foro privilegiado no céu e seus adeptos poderão contrariar a Bíblia Sagrada e ver a Deus sem a santificação?

A REJEIÇÃO DAS PROFECIAS NO SÉCULO XX E O DESASTRE RELIGIOSO DO SÉCULO XXI

A queda espiritual destas denominações tem explicação na falta de zelo com aquilo que é sagrado. Isto é o que a Bíblia nos ensina. No inicio da colonização americana toda a nação temia ao Senhor e a Bíblia Sagrada era sempre observada, inclusive nas decisões políticas do governo. O acumulo de riquezas pela exploração de outros povos e a ideologia imperialista incutida na mentalidade americana, associada às fantasias hollywoodianas enterrou a vida espiritual dos americanos na lama. Não foi por falta de avisos. Antes da década de 1950 A.W Tozer já alertava quanto a necessidade de mudanças. Confira nestes links: [1►][2►].

Que Deus nos ensine a sermos obedientes à sua palavra e sábios para fugirmos das seduções destas teologias que ensinam os crentes a serem orgulhosos, infrutíferos e pescadores de aquário. Que saiamos ao campo com ousadia, pois foi Cristo quem nos mandou ir!

Que Deus nos abençoe!

Marco Elias
   

MARCADORES

Abraão águas Águia Além da Letra alforria Amazônia Antigo testamento apocalipse Arqueologia bíblica Asafe Auschwitz Auxílio ao Obreiro Bartimeu batatas batismo com Espírito Santo BBC Ben Gurion Bençãos bíblia x Ciência Biblicamente bois Brasil brecha CALVINISMO Calvino cananeus carta cativeiro cessacionismo colheita comportamento Conhecimento conversão convite corrupção Crente Nominal cristianismo Culto Daniel Santos Davi Deus Conosco devocional dilúvio dizimo Dons Espirituais Doutrina ebd Ebede-Meleque Éden Elias escravatura Escriba evangelho evangelhos evangelismo exegese expressões idiomáticas facebook família fariseus filmes fim fonte fortalecimento graça grupo de estudos Habacuc heresias história igreja Igreja Fiel interpretação Isaías Israel Jerusalém Jogos Josenilson Félix Jourdon Anderson Judas Iscariotes Julgamento lava-jato Lei leitura liberalismo teológico libertação livre-arbítrio Louvor Luciano Subirá Lutero Marcelo Lyrio Marco Elias Melquisedeque Ministério missionários missões Moisés muro Natal nazismo Noé novo testamento obra de Deus Obreiro Aprovado Oração ovelha Palavra palavra revelada pão pastor paz Pecado peixe Pentecostalismo perseguições pobre presciência Pródigo Profecia Promessas Quinta medida razão humana Reforma Protestante religião remédio repreensão respostas revelação rico sabedoria sacrifício de Jesus salmos Salvação sinais do fim Sola Scriptura soteriologia Teologia Tomé Vale verdade vida vida cristã vídeos vinha vinho watsapp Windows Zaqueu