Portal de Estudos Bíblicos

LUTERO, CALVINO, A REFORMA E A NOITE DOS CRISTAIS

 Por Marco Elias



Que a reforma religiosa do século XVI foi uma benção de Deus não restam dúvidas, afinal alguém precisava conter o grande inimigo do evangelho, isto é, o velho sistema romanista, responsável por mergulhar a cristandade na miséria espiritual com suas indulgencias e paganismo.

A reforma e os reformadores foram uma benção até certo ponto, porém o livre-arbítrio humano é capaz de transtornar o projeto verdadeiro quando o homem vislumbra o poder. Existe uma nítida diferença entre aquilo que os reformadores pregaram nos dias da reforma protestante e aquilo que passaram a defender depois que a reforma estava feita.

Calvino fez tudo certo como um bom moço e defendia a paz, mas quando Genebra estava ao seu estilo tornou-se um tipo de coronel religioso. O coronelismo de alguns lideres religiosos do nosso tempo teve a sua origem em João Calvino. A história não mente. 





A "Noite dos Cristais" marcou o inicio da perseguição aos judeus na Alemanha

Lutero tornou-se um antissemita radical e seus escritos foram usados por Hitler e seus compatriotas para convencerem a população alemã de que o massacre dos judeus era necessário e a “noite dos cristais” ou “Kristallnacht” em que todos os judeus da Alemanha tiveram suas lojas saqueadas e foram arrancados para fora de suas casas para serem mortos, foi justamente a data do aniversario de Lutero.

Outro contemporâneo dos reformadores que era totalmente contra a violência 

Não dá para seguir o conselho de homens violentos, sabendo que no tempo deles havia outros homens de Deus que recusaram a sua dissolução, enquanto sabe-se que Cristo não mente e ELE mesmo disse que as “portas do inferno não prevaleceriam contra a sua igreja” e que ele permaneceria com seus discípulos até a consumação dos séculos

A igreja não se levantou na reforma, ela sempre esteve de pé, perseguida, oculta e afrontada, ora escondida nos próprios mosteiros romanistas ou principalmente fora deles fazendo oposição ferrenha ao papado. Dizer que a igreja e o verdadeiro evangelho surgiram na reforma protestante é ignorância quanto à própria história do cristianismo ou falta de honestidade intelectual.


Os adeptos da LUTEROLATRIA e da CALVINOLATRIA atribuem a violência dos reformadores no mundo pós reforma e dos religiosos de cada época à vontade arquitetada e planejada por Deus (para sua glória - segundo eles), não podem admitir o livre-arbítrio dos homens, se o fizerem, seus heróis obrigatoriamente assumirão o posto dos vilões, do mesmo modo que Saul, o primeiro rei de Israel que vestia de escarlata as filhas do seu povo perdeu o rumo e acabou a sua carreira como um inimigo do projeto de Deus.

A salvação é pela graça, o juízo será sobre as obras, conforme nos ensina a bíblia sagrada e o único herói digno de confiança é Jesus Cristo. A Ele, a honra a glória, o domínio e o louvor. Oremos para que Deus levante mais pregadores como D.L Moody, A.W Tozer, David Wilkerson e Leonard Ravenhill, homens sem a mania do charuto, sem a cobiça pela cachaça e que não pratiquem ou venerem os praticantes da violência, afinal a seara é grande e os ceifeiros são poucos, mas os espalhadores de joio existem aos montes por aí.

Glória ao Pai, Glória ao Filho e Glória ao Espirito Santo, que convence o mundo do pecado da justiça e do juízo! (Alguns acham que ele deveria convencer os eleitos e deixar o mundo!) O fato é que ele convence o mundo, afinal a Bíblia nos diz que Cristo morreu pelo mundo todo (I João 2:2) e ainda elegeu a muitos para tarefas especiais relacionadas ao reino de Deus (I Pedro 2:9). Alguns aceitam o convencimento do Espirito, outros rejeitam-no: "Se hoje ouvirdes a sua voz não endureçais os vossos corações".


Que Deus nos abençoe,

Por Marco Elias

   

MARCADORES

Abraão águas Águia Além da Letra alforria Amazônia Antigo testamento apocalipse Arqueologia bíblica Asafe Auschwitz Auxílio ao Obreiro Bartimeu batatas batismo com Espírito Santo BBC Ben Gurion Bençãos bíblia x Ciência Biblicamente bois Brasil brecha CALVINISMO Calvino cananeus carta cativeiro cessacionismo colheita comportamento Conhecimento conversão convite corrupção Crente Nominal cristianismo Culto Daniel Santos Davi Deus Conosco devocional dilúvio dizimo Dons Espirituais Doutrina ebd Ebede-Meleque Éden Elias escravatura Escriba evangelho evangelhos evangelismo exegese expressões idiomáticas facebook família fariseus filmes fim fonte fortalecimento graça grupo de estudos Habacuc heresias história igreja Igreja Fiel interpretação Isaías Israel Jerusalém Jogos Josenilson Félix Jourdon Anderson Judas Iscariotes Julgamento lava-jato Lei leitura liberalismo teológico libertação livre-arbítrio Louvor Luciano Subirá Lutero Marcelo Lyrio Marco Elias Melquisedeque Ministério missionários missões Moisés muro Natal nazismo Noé novo testamento obra de Deus Obreiro Aprovado Oração ovelha Palavra palavra revelada pão pastor paz Pecado peixe Pentecostalismo perseguições pobre presciência Pródigo Profecia Promessas Quinta medida razão humana Reforma Protestante religião remédio repreensão respostas revelação rico sabedoria sacrifício de Jesus salmos Salvação sinais do fim Sola Scriptura soteriologia Teologia Tomé Vale verdade vida vida cristã vídeos vinha vinho watsapp Windows Zaqueu