BARTIMEU NA QUINTA MEDIDA

POR DANIEL SANTOS

"E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho." Marcos 10:52

Hoje iremos abordar um dos belíssimos encontros de Jesus, desta vez com um cego muito conhecido pelos pregadores atuais; se fossemos exprimir com profundidade as riquezas que há neste encontro, provavelmente daria outra bíblia.

O texto inicia dizendo:
"Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão..."

O encontro do Senhor com o cego aconteceu na "saída" de Jericó, e é justamente acerca deste período que trataremos nesta simples consideração.

É válido lembrar que quando o Espírito Santo foi derramado representado pela língua de fogo sobre a igreja principiou-se a "noite profética", isto é, o período da saída.

A língua de fogo nos remete a forma que Deus iria falar com sua igreja; a língua é a palavra e o fogo aponta para a revelação do Espírito Santo, a quinta medida, riquezas nas quais a ciência terrena não foi capaz de alcançar. Importa que o Senhor as revele.

A experiência de Bartimeu já apontava para a nossa vida como igreja, um povo que outrora estava:

Sem identidade= filho de Timeu
Cego= olhar carnal
Assentado= acomodado com este mundo
Junto do caminho= paralelo ao caminho
Mendigo= dependente de seus semelhantes.

Agora vive o oposto:
Identidade= Noiva do Cordeiro, Cidadão do céu
Visão= Vê o eterno
De pé= Atento à revelação
No caminho= Tem Jesus como o Caminho.

No verso 47e 48 há também algo que para a igreja da última hora é indispensável.

O primeiro brado que Bartimeu dirige ao Senhor Jesus é ignorado, mas no segundo clamor o Senhor para e manda o chamar.

Neste ínterim acontece o seguinte fenômeno: "E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais..."

A fé viva o levou a vencer os argumentos contrários; o clamor incomoda a multidão, pois suas atitudes se contrastam ao projeto de Deus: "Porque todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo." Romanos 10:13

Marcos faz questão de no versículo 49 nos dá uma maravilhosa aula de eclesiologia, confiram:

"E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama." Marcos 10:49

O papel da igreja as vezes é mal interpretado pelos pólos eclesiásticos, observe que há uma sequência profética:
1°- Os discípulos não se adiantaram, mas esperaram a ordem.
2°- Estavam ao redor do Senhor, para ouvi-lo.
3°- Se dispuseram a obedecer.
4°- E pregaram a seguinte mensagem:
Tenha bom ânimo= palavra direcionada ao interior do homem, a alma.
Levanta-te= apelo para que o pecador tome uma decisão.
Ele te chama= Destaca o chamado de Cristo, enaltece a pessoa de Jesus.

Obedecendo estes critérios não tem como errar, o Evangelho aplicado com legitimidade não há capa religiosa que resista.

O homem no decorrer de sua história adquiri capas que são relativamente como proteção argumentativas, mas quando Jesus é anunciado, independente do conceito que tivermos; cairá por terra.

Finalmente nos dois últimos versos 51 e 52 acontece o glorioso diálogo.

Quando o homem está ainda no pecado Jesus se coloca como servo, mas a partir do chamado as posições são invertidas:

JESUS SERVINDO O PECADOR

"E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça?

O SALVO SERVINDO A JESUS

"...E seguiu a Jesus pelo caminho."

Saiba que hoje é dia de salvação, o Senhor se fez servo para que você possa O servir.

Tecnologia do Blogger.