NA MEDIDA DO ESPÍRITO

Por Obreiro Daniel Santos


"Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente." João 20:27

Quando Paulo traz à tona a tese: "Ora, vós sois o Corpo de Cristo, e seus membros em particular." 1 Cor. 12:27, é óbvio que partia de uma perspectiva análoga; qualquer exegeta chega a este epílogo.

JESUS após a sua ressurreição, mostra suas marcas a Tomé; será que era somente para ele crer e nada mais?

Seria possível um evangelista sensível como João (apontou Jesus como Deus) registrar um fato tão rico e maravilhoso desse, para tão pouco?

Vivemos tempos difíceis onde há fome da palavra é uma realidade; os líderes privam o rebanho de se alimentar levando-os a engasgar com seus dogmas heréticos. Se não há alimento, a regra é mendigar nas lixeiras do mundo com o intuito de tapear a fome do povo.

"Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos"
O Senhor morreu todo desfigurado, o texto registra que seu corpo foi sepultado totalmente cadavérico.
O texto diz que Tomé satisfazia-se se ao menos tocar nas mãos, e no lado.

Partindo do princípio que o corpo de Jesus ressurreto prefigura a igreja, temos aqui o primeiro ensino;

Da mesma forma que Jesus sobe aos céus com as mãos e o lado ferido, a igreja será arrebatada com os mesmos sinais.
As mãos representam o trabalho. O Espírito Santo estásalientando o trabalho evangelístico da igreja.
Quando olhamos para os dois mil anos de história da igreja, constatamos que a profecia se cumpriu; a igreja trabalhou com suas mãos feridas, um trabalho árduo, uma instrumentalidade sofrível.
O Senhor quis mostrar com isso o seguinte princípio:

"Não é com a força do homem que edificarei a minha igreja"

"E chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente."
O lado refere-se ao coração, o lado sentimental do corpo. Se não é a força do homem que sustentará a igreja, quem dirá um coração, repleto de enganos elucubrações emergentes da natureza humana.
Veja o exemplo: "E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito não lho permitiu." Atos 16:7. Está fora de cogitação esta incoerência bíblica:
"Deus sempre honra o ungido"
O Espírito Santo não honrou Paulo!
Ungido está sujeito a erros, e o doido que segui-lo está em pecado.

"Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho;" Atos 20:29.

Força humana não sustenta, e sentimento humano nunca regerá a igreja de Cristo!

O ensino é claro, com o mínimo de sanidade mental entenderemos que se o Espírito Santo não estiver à frente, não há igreja, e pior ainda; "Não seremos Corpo de Cristo".
Saiba a partir de hoje que as nossas aflições é para que o Poder de Deus seja manifestado.

"E quero, irmãos, que saibais que as coisas que me aconteceram contribuíram para maior proveito do evangelho;" Filipenses 1:12


Tecnologia do Blogger.