SACRIFÍCIO VICÁRIO

Por Obreiro Daniel Santos


"E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém." Mateus 6:13

Quando o Senhor nos advertiu que devemos orar sem cessar; eLe estava se referindo a um intenso relacionamento com a sua pessoa.

Nesta oração, o Senhor Jesus lança as bases de uma intercessão doutrinária, e mais do que isso, consolida em nossas vidas uma oração profética.

Em outra oportunidade trataremos da oração na sua íntegra, mas hoje nosso foco repousa apenas no término da aludida súplica.

"E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal"
Note que estas seriam as nossas palavras na boca de Jesus; o favorecido no caso está sendo nós, isto é, a tentação no deserto e a batalha contra a morte (o mal) estava sobre eLe. Visto que a tentação no Éden, a vitória fora atribuída ao inimigo, não obstante a tentação no deserto, vencida pelo Verbo.

A morte eterna é o mal que o homem herdou após a queda.

Concluindo: Na chegada de Jesus a este mundo, primeiramente venceu a tentação do diabo, e posteriormente enfrentou e venceu a morte que tanto afligia a humanidade caída.

"Porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém."
Se ao Senhor Jesus foi-lhe entregue este cálice, o que nos restaria então?

O Reino, o Poder e a Glória nos foi confirmado pelo Pai na pessoa de Jesus Cristo.

>Reino dos céus; Sacrifício de Jesus nos deu direito ao reino.

>Poder Conservador;
O Espírito Santo nos reveste para chegarmos lá.

>Glória Eternal;
Logo estaremos na casa do Pai.

Lembre-se sempre, que antes da sua dor, da sua aflição, o Senhor Jesus garantiu sua alma nos céus. Aceite este presente hoje!


Tecnologia do Blogger.