Portal de Estudos Bíblicos

A QUE PONTO CHEGAMOS!

Por Tony Sousa



A que ponto chegamos!

Na década de 1980 a maior batalha que enfrentávamos era contra os "Mórmons" e as "Testemunhas de Jeová", lutávamos para fortalecer os crentes na Palavra de Deus e para não voltarem para o mundo!

Hoje, temos que convencer (ou tentar convencer) os crentes de que Deus ama a todos, que Jesus morreu por todos, ou que o Senhor não é o autor do pecado! Temos que ouvir pregadores dizerem que, não basta ter base bíblica, tem que ter o aval de certos teólogos (papas do protestantismo), e nenhum pregador politicamente correto pode repudiar tal afirmação sob pena de não ser bem visto pela clientela. A religião virou um negócio. O protestantismo está pior do que o catolicismo, eles pelo menos declaram que têm duas regras de fé e prática (Bíblia e tradição eclesiástica). Algumas igrejas evangélicas declaram os cinco solas, mas mentem descaradamente seguindo cartilhas de homens equivocados e que foram carrascos algozes de outros crentes que não criam em suas cartilhas. É vergonhoso vermos homens de Deus defendendo os pecados de outros homens para parecerem politicamente corretos enquanto são incoerentes com Cristo e com o evangelho.

A Igreja evangélica perdeu o seu lugar na sociedade, perdeu o respeito! Que Deus tenha misericórdia! A culpa é nossa que aceitamos líderes religiosos bem intencionados e zelosos pregarem qualquer coisa sem questionarmos. Nós deixamos de obedecer a Bíblia.

Embora os apóstolos fossem autoridade máxima na transmissão do evangelho, eles elogiaram a igreja de Bereia, cujos crentes foram mais nobres do que os crentes de Tessalônica. Foram chamados de nobres porque examinavam as escrituras para saber se os apóstolos estavam mentindo em suas pregações. Há crentes que estão canonizando ensinos distorcidos por não submeterem tal ensino ao crivo das escrituras. Foi assim que uma comissão de bispos, zelosos por Deus a princípio, gerou aquilo que conhecemos hoje como vaticano e tornou-se aquilo que a Bíblia Sagrada chama de Babilônia.

Qualquer cristão minimamente sensato logo irá perceber que em João 3:16, quando é dito que Deus “amou o mundo de tal maneira”, a expressão “de tal maneira” nos leva a crer em algo grande, magnífico, em uma completa expressão de amor. Esta magnitude do amor divino, rompe qualquer limite teológico dos "alguns", dos "poucos" e dos "eleitos" destinados a salvação.

Isto me faz lembrar, o que Laurence Vance disse: “O Deus do calvinista é como o sacerdote e o levita que ‘passaram de largo’ pelo homem ‘meio morto’ na parábola do bom samaritano (Lc 10:31-32). E pior ainda, Deus também seria como os salteadores que ‘o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto’ (Lc 10:30). O samaritano que ‘aproximou-se’ (Lc 10.34), o Senhor ordenou: ‘Vai, e faze da mesma maneira’ (Lc 10.37). Certamente o Senhor pratica o que recomenda”.

Lá fora estão as almas perdidas e do lado de dentro um sistema religioso, que ao longo dos anos abandonou a Bíblia para seguir a tradição dos homens.

A situação tem remédio, basta apresentarmos Jesus, SOMENTE ELE, com muita simplicidade! JESUS é o único remédio para as almas que estão perdidas.

MARCADORES

Abraão águas Águia Além da Letra alforria Amazônia Antigo testamento apocalipse Arqueologia bíblica Asafe Auschwitz Auxílio ao Obreiro Bartimeu batatas batismo com Espírito Santo BBC Ben Gurion Bençãos bíblia x Ciência Biblicamente bois Brasil brecha CALVINISMO Calvino cananeus carta cativeiro cessacionismo colheita comportamento Conhecimento conversão convite corrupção Crente Nominal cristianismo Culto Daniel Santos Davi Deus Conosco devocional dilúvio dizimo Dons Espirituais Doutrina ebd Ebede-Meleque Éden Elias escravatura Escriba evangelho evangelhos evangelismo exegese expressões idiomáticas facebook família fariseus filmes fim fonte fortalecimento graça grupo de estudos Habacuc heresias história igreja Igreja Fiel interpretação Isaías Israel Jerusalém Jogos Josenilson Félix Jourdon Anderson Judas Iscariotes Julgamento lava-jato Lei leitura liberalismo teológico libertação livre-arbítrio Louvor Luciano Subirá Lutero Marcelo Lyrio Marco Elias Melquisedeque Ministério missionários missões Moisés muro Natal nazismo Noé novo testamento obra de Deus Obreiro Aprovado Oração ovelha Palavra palavra revelada pão pastor paz Pecado peixe Pentecostalismo perseguições pobre presciência Pródigo Profecia Promessas Quinta medida razão humana Reforma Protestante religião remédio repreensão respostas revelação rico sabedoria sacrifício de Jesus salmos Salvação sinais do fim Sola Scriptura soteriologia Teologia Tomé Vale verdade vida vida cristã vídeos vinha vinho watsapp Windows Zaqueu