Portal de Estudos Bíblicos

PRELETOR?

POR OBREIRO DANIEL SANTOS


"Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus." Mateus 22:29

Há muito do que se falar sobre tudo, todavia iremos abordar nesta singela consideração algumas atitudes de certos preletores bíblicos quando estão em atividade.

"Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras"
Um expositor que se preza tem a responsabilidade de expor a escritura respeitando o seu contexto histórico, enaltecendo o seu teor profético.

"Toda palavra revelada que fere a escritura em seu contexto histórico, não passa de meras alucinações"

Há duas coisas que devemos radicalmente separar na exposição de um preletor bíblico;

>Homilética

>Poder de Deus

Arranjos homiléticos, como a teologia são dois aspectos que trazem repugnância aos leigos. Tanto um pregador evangélico quanto a um "político" não dispensa uma hábil entonação vocal, e seu poder gesticular; isto nada mais é do que "a arte de pregar"(homilética).
Não confunda entonação vocal, choro e doses de empolgação, com o poder de Deus; são práticas que encontramos em todo lugar sem a necessidade do Espírito Santo. Não estou dizendo que tais comportamentos são execráveis.

Quando você abre a sua bíblia e ler extraindo dela conhecimentos, isto se chama "teologia", no nosso caso; (judaica cristã).

Paulo orienta aos crentes de Colossos e aos  de Coríntios a respeito das "palavras persuasivas" e de  "sabedoria humana", é óbvio que ele se referia ao gnosticismo, a grande (Hidra mitológica do saber). Não se chega a Deus pelo conhecimento humano, não obstante, eLe tem prazer de se revelar ao homem! Paulo declama: "Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns." 1 Coríntios 9:22

O Espírito Santo usa, porém não precisa de nada que emerge da obra criadora para convencer o pecador; Deus é soberano.
Ele usa, mas não precisa!

Paulo usou todos os meios que tinha em sua época; a igreja sabiamente tem a permissão de usar todos os recursos disponíveis que existem nesse tempo; tv, rádio, satélite, retórica, serenata, púlpito, internet, ligação telefônica, etc...
O nosso Jesus usou: doença, morte, casamento, festas, parábolas, chicote, orla, barro, saliva, tempestade, etc...
O conhecimento da escritura quebra os nossos preconceitos!

"Nem o poder de Deus"

Se não conhecemos as escrituras, como discernimos o poder de Deus?

MARCADORES

Abraão águas Águia Além da Letra alforria Amazônia Antigo testamento apocalipse Arqueologia bíblica Asafe Auschwitz Auxílio ao Obreiro Bartimeu batatas batismo com Espírito Santo BBC Ben Gurion Bençãos bíblia x Ciência Biblicamente bois Brasil brecha CALVINISMO Calvino cananeus carta cativeiro cessacionismo colheita comportamento Conhecimento conversão convite corrupção Crente Nominal cristianismo Culto Daniel Santos Davi Deus Conosco devocional dilúvio dizimo Dons Espirituais Doutrina ebd Ebede-Meleque Éden Elias escravatura Escriba evangelho evangelhos evangelismo exegese expressões idiomáticas facebook família fariseus filmes fim fonte fortalecimento graça grupo de estudos Habacuc heresias história igreja Igreja Fiel interpretação Isaías Israel Jerusalém Jogos Josenilson Félix Jourdon Anderson Judas Iscariotes Julgamento lava-jato Lei leitura liberalismo teológico libertação livre-arbítrio Louvor Luciano Subirá Lutero Marcelo Lyrio Marco Elias Melquisedeque Ministério missionários missões Moisés muro Natal nazismo Noé novo testamento obra de Deus Obreiro Aprovado Oração ovelha Palavra palavra revelada pão pastor paz Pecado peixe Pentecostalismo perseguições pobre presciência Pródigo Profecia Promessas Quinta medida razão humana Reforma Protestante religião remédio repreensão respostas revelação rico sabedoria sacrifício de Jesus salmos Salvação sinais do fim Sola Scriptura soteriologia Teologia Tomé Vale verdade vida vida cristã vídeos vinha vinho watsapp Windows Zaqueu