Portal de Estudos Bíblicos

A EFICÁCIA DA PALAVRA

POR OBREIRO DANIEL SANTOS

"Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá." Efésios 5:14

Num cálculo nada cristão, os "cristãos" da época de  Aurelius Augustinus  diferiam a recepção do "sacramento" se possível fosse, para a hora da morte. Gozavam assim; pensavam eles em ter dupla vantagem: podiam divertir-se à vontade até ao fim, e chegado este, tinham assegurada a salvação pelo batismo; assim todos os pecados e suas sequelas eram apagadas; vida livre, sem peias, sem refreamento, com a bem aventurança garantida. Estes eram os tempos do menino Agostinho de Tagaste/ Argélia.

Desvios, erros teológicos sempre existiram no meio da igreja; eram eles que impulsionavam os crentes a buscarem a ortodoxia "pura".

No caso da igreja de Éfeso; tratando-se de uma cidade grega (pagã), seria natural que a mente dessa igreja tenha sofrido influências do helenismo.

Sabendo disso, Paulo deixa bem claro que só a água da palavra tem o poder de transformar vidas: "Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra," Efésios 5:26
A palavra que o apóstolo está se referindo é a Revelação de Jesus na letra!

"Visto que a Revelação não anula a letra, e sim vivifica-a"

"Por isso diz: Desperta, tu que dormes"
Não temos o novo nascimento como garantia de vida eterna;  o ato salvífico consiste em uma caminhada sólida nutrida de um relacionamento intenso com Deus através do sEu Espírito Santo. Foi para este propósito que o apóstolo declama com tanta veemência a necessidade de estarmos atentos a revelação da palavra, ou seja, a água que lava o interior do homem.
A revelação da palavra acorda o crente purificando-o de toda a impureza.

"E levanta-te dentre os mortos"
A palavra ungida pelo Espírito nos livra do morticínio literário que permeia os púlpitos eclesiásticos; a palavra é lâmpada para os pés...

"Mas todas estas coisas se manifestam, sendo condenadas pela luz, porque a luz tudo manifesta." Efésios 5:13.
  
"E Cristo te esclarecerá"
"...ninguém pode dizer que Jesus é o SENHOR, senão pelo Espírito Santo." 1 Coríntios 12:3
Não há pregação se Jesus não for o Pregador; Cristocêntrismo bíblico é a viga mestra do ministrante.
  

"Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor." Efésios 5:17

Referências: Cidade de Deus pág/16 - Santo Agostinho - FUNDAÇÃO CALOUSTF GUI.BENKIAN - 1996

MARCADORES

Abraão Ágape Agostinho águas Águia Além da Letra alforria Amazônia Amor Antigo testamento aperfeiçoamento apocalipse apologética Aristóteles Arqueologia bíblica Asafe Auschwitz Auxílio ao Obreiro Bartimeu batatas batismo com Espírito Santo BBC Ben Gurion Bençãos bíblia x Ciência Biblicamente bois Bom Carpinteiro Brasil brecha CALVINISMO Calvino caminhada cananeus carta cativeiro cessacionismo colheita comportamento Conhecimento conversão convite corrupção Crente Nominal cristianismo Culto Daniel Santos Davi Deus Conosco devocional dilúvio dizimo Dons Espirituais Doutrina ebd Ebede-Meleque Éden Elias escravatura Escriba evangelho evangelhos evangelismo exegese expressões idiomáticas facebook família fariseus filmes filosofia fim fonte fortalecimento Gálatas graça grupo de estudos Habacuc heresias história igreja Igreja Fiel interpretação Isaías Israel Jerusalém Jogos Josenilson Félix Jourdon Anderson Judas Iscariotes Julgamento lava-jato Lei leitura liberalismo teológico libertação livre-arbítrio Louvor Luciano Subirá Lutero Marcelo Lyrio Marco Elias Melquisedeque Ministério missionários missões Moisés muro Natal nazismo Nietzsche Noé novo testamento obra de Deus Obra Redentora Obreiro Aprovado Oração ovelha Palavra palavra revelada pão pastor paz Pecado peixe Pentecostalismo perseguições pobre presciência Pródigo Profecia Promessas Quinta medida razão humana Reforma Protestante religião remédio repreensão respostas retórica revelação rico sabedoria sacrifício de Jesus salmos Salvação sinais do fim Sola Scriptura soteriologia Teologia Tomé Vale verdade vida vida cristã vídeos vinha vinho watsapp Windows Zaqueu