Portal de Estudos Bíblicos

ÁGAPE

POR OBREIRO DANIEL SANTOS

"E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira." Lucas 10:37

Considerando que o Amor de Deus fora externado no envio de sEu Filho a cruz, e o Amor de Cristo derramar sEu Espírito Santo sobre o homem; nos resta amá-lo aceitando a Salvação em Jesus, e caminhando segundo o sEu Espírito.

Platão e Aristóteles foram os principais pilares do pensamento ocidental que tiveram uma relativa aproximidade do Amor Eterno;

Platão nos deu o primeiro tratado filosófico do amor: (Eros). O amor em Platão é a falta, desejo, a necessidade, ao mesmo tempo, desejo de conquistar e de conservar o que não se possui, constatamos este aforismo no extenso diálogo entre Sócrates, Fedro, Pausânias, o médico Erixímaco, e Aristófanes, na casa de Agatão. Há quem diga que o diálogo são apenas junções de registros...

Já seu aluno Aristóteles, ao contrário prende-se na consideração positiva do amor; (Philia); amor, alegria pelo presente, por aquilo, e por aquele que se tem.

Com Cristo, a noção de amor sofre
uma transformação: (Ágape).
O Amor cristão (bíblico) consiste em se anular pelo outro, renunciar a si mesmo pelo bem do próximo.

"E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó..."
A parábola salienta que a personagem a ser amada é "um" homem-(artigo indefinido); neste caso Jesus deixa explícito que o amante não tem obrigação nenhuma em atender o amado; o Ágape impulsiona-o.

"E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.
...E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo."
Quando o assunto é sacerdotes, serviçais inadimplentes, vale suscitar a pertinente frase nietzschiana: "Permanece aqui em aberto a possibilidade de que não é a humanidade que se encontra em degenerescência, mas apenas -aquela espécie parasita de homem-, a do (sacerdote), que com a moral, se elevou falsamente a árbitro do seu valor que, na moral cristã, acertou com o seu meio de conquistar o poder..."

O termo samaritano não soa bem aos ouvidos dos judeus puros (os samaritanos foram sementes da união entre judeus e assírios após a divisão das tribos- dez tribos foram para o norte com Jeroboão; e duas ficaram sob o comando de Roboão - Judá e Benjamin). O Amor Eterno rompe todas as barreiras que por ventura possam surgir. O aforismo tanto de Platão, quanto o de Aristóteles no que concerne ao amor; perdem o seu fulgor ao se depararem com o Ágape de Deus.

Talvez para o homem criatura (natural) haja alguma significância; conceito que traria repugnância a Nietzsche ao trazer à tona o "amor fati": "O cristão foi, até agora, o «ser moral», uma curiosidade sem igual – e, como «ser moral», mais absurdo, mais mentiroso, mais vaidoso, mais frívolo, mais prejudicial para si mesmo do que também o poderia sonhar para si mesmo o maior desprezador da humanidade." Segundo Nietzsche; amamos o ideal (Eternidade - porvir), odiando o real (mundo - agora).

Há hoje também almas amarguradas como deste pobre filósofo; que ainda não provaram o Amor de Deus como "experiência vivida."
A igreja na perspectiva platônica deseja, ama a vinda de Cristo: "Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda." 2 Timóteo 4:8; e também não estamos longe do amor aristotélico quando amamos o Senhor Jesus ao recebê-lo: "Se alguém não ama ao Senhor Jesus Cristo, seja anátema. Maranata!" 1 Coríntios 16:22
Ambos emergentes do Ágape!

O Amor de Deus alcança os rincões do nosso ser, com o perdão, cura e sustento para toda a vida. Os pensadores ficaram para trás; suas teses foram derrubadas, mas a Verdade  de Deus continua de pé.

REFERÊNCIAS:
>O Banquete pág/39 - Platão
Versão eletrônica do livro “Banquete”
Autor: Platão - Créditos da digitalização: Membros do grupo de discussão Acrópolis (Filosofia) Homepage do grupo: http://br.egroups.com/group/acropolis/
>Ética a Nicomânco pág/173 - Aristóteles
Tradução de Leonel Vallandro e Gerd Bornheim da versão inglesa de W. D. Ross
>Ecce Homo - pág/108-109 Nietzsche
Tradutor: Artur Morão
Colecção: Textos Clássicos de Filosofia-Direcção da Colecção: José Rosa & Artur Morão-Design da Capa: António Rodrigues Tomé-Composição & Paginação: José M. S. Rosa-Universidade da Beira Interior Covilhã, 2008
>Dicionário de Filosofia Nicola Abbagnamo pág/39-40-Tradução da 1° edição brasileira coordenada e revista: Alfredo bosi-Revisão da tradução e tradução dos novos textos: Ivone Castilho Benedetti

MARCADORES

Abraão Ágape Agostinho águas Águia Além da Letra alforria Amazônia Amor Antigo testamento aperfeiçoamento apocalipse apologética Aristóteles Arqueologia bíblica Asafe Auschwitz Auxílio ao Obreiro Bartimeu batatas batismo com Espírito Santo BBC Ben Gurion Bençãos bíblia x Ciência Biblicamente bois Bom Carpinteiro Brasil brecha CALVINISMO Calvino caminhada cananeus carta cativeiro cessacionismo colheita comportamento Conhecimento conversão convite corrupção Crente Nominal cristianismo Culto Daniel Santos Davi Deus Conosco devocional dilúvio dizimo Dons Espirituais Doutrina ebd Ebede-Meleque Éden Elias escravatura Escriba evangelho evangelhos evangelismo exegese expressões idiomáticas facebook família fariseus filmes filosofia fim fonte fortalecimento Gálatas graça grupo de estudos Habacuc heresias história igreja Igreja Fiel interpretação Isaías Israel Jerusalém Jogos Josenilson Félix Jourdon Anderson Judas Iscariotes Julgamento lava-jato Lei leitura liberalismo teológico libertação livre-arbítrio Louvor Luciano Subirá Lutero Marcelo Lyrio Marco Elias Melquisedeque Ministério missionários missões Moisés muro Natal nazismo Nietzsche Noé novo testamento obra de Deus Obra Redentora Obreiro Aprovado Oração ovelha Palavra palavra revelada pão pastor paz Pecado peixe Pentecostalismo perseguições pobre presciência Pródigo Profecia Promessas Quinta medida razão humana Reforma Protestante religião remédio repreensão respostas retórica revelação rico sabedoria sacrifício de Jesus salmos Salvação sinais do fim Sola Scriptura soteriologia Teologia Tomé Vale verdade vida vida cristã vídeos vinha vinho watsapp Windows Zaqueu