ESMIRNA, EXALANDO SALVAÇÃO

POR SAMUEL SANTOS


“Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo;
Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.
E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.
E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio?
E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?
Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele.
Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro”.
(Mateus 13:24-30)

E ao anjo da igreja em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu:
Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.
Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte.
(Apocalipse 2:8-11)

À guisa de introdução, queremos deixar registrado a nossa finalidade com esta singela contribuição.
Trabalharemos com -aforismas- que indicam a consonância que há entre a parábola (joio em meio ao trigo) e a carta aos crentes de Esmirna, evidenciando o plano soteriológico.

PARÁBOLA
"O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo"
CARTA
"Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu"
Através do sangue do Senhor Jesus; a igreja germina neste mundo com um só propósito: dar frutos para a eternidade.
"O reino dos céus só tem eficácia quando o reino de Deus (Espírito Santo) é operado na vida da igreja."

PARÁBOLA
"Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se"
CARTA
"Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás"
Quando em nós é plantada a boa semente da salvação, é natural que o homem adormeça e consequentemente o inimigo se desperta para se impor.
Tudo aquilo que possuímos não são mais prioridades, e passamos a enxergar a nossa pobreza diante das riquezas de Deus.
Uma dessas riquezas é a nossa instrumentalidade; obras provenientes da salvação do Senhor. É nestas manifestações que o adversário intentará para que os frutos não sejam puros, perdendo assim sua eficácia.

 PARÁBOLA
"E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.
E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente?
E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?"
CARTA
"Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida"
A igreja vive seus últimos dias sobre esta terra; e não podemos nos desviar do nosso foco.
A Obra de Deus agindo dinamicamente em nós, é prova que a obra de Satanás está sendo vencida. Neste paralelismo encontramos as duas principais brechas que Satanás se infiltra:

> AGRESSÃO AO CORPO DE CRISTO
"Apareceu também o joio" A proliferação de ímpios no meio do rebanho de Deus tem sido uma maneira que o adversário encontrou para induzir os frágeis a rebelião; com isso, manchar a noiva do Cordeiro.
> AGRESSÃO A MEMBROS EM PARTICULAR
"Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados"
As setas são lançadas para aprisionar o crente; limitando-o para que seu trabalho não tenha frutos.

PARÁBOLA
"Mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro"
CARTA
"Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte"
As perseguições são muitas, o inimigo de nossas almas tem usado todos os seus recursos para impedir que a igreja entre no celeiro de Deus.
A promessa é gloriosa!

Cabe a nós, apenas dá ouvidos à vontade daquele que nos chamou para a vida, ou melhor, a "Vida em Abundância".

Fonte imagem:http://ministeriodeadoracaodespertai.blogspot.com.br/2013/03/estudo-sobre-oleo-de-uncao.html?m=1
Tecnologia do Blogger.