O ÍMPIO TEM CONSELHOS, O PECADOR TEM CAMINHOS E O ESCARNECEDOR SE AMOTINA

POR DANIEL SANTOS

"BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite." Salmos 1:1-2

"A peruca é o símbolo mais apropriado para o erudito puro. Trata-se de homens que adornam a cabeça com uma rica massa de cabelo alheio porque carecem de cabelos próprios".

Se sua teologia repousa sobre uma exegese límpida, obviamente você concordará com esta irônica frase de Schoupenhauer; pois se reportamos esta analogia ao campo da eclesiologia, veremos que ela é um preceito um tanto verossímil.

Esta é sem dúvida a nossa realidade no  que tange o evangelicalismo atual; "crentes de perucas." Me admira ver pessoas prestadoras de culto tão bem informadas nas mais diversas áreas, mas quando se trata da palavra de Deus, o que realmente vemos, são almas acorrentadas se contentando com as míseras quinquilharias denominacionais. Vergonhoso!

O salmista é preciso em antagonizar o meditador da lei ou "teólogo bíblico" com as personalidades do primeiro versículo. Você já percebeu que o ímpio tem conselhos, o pecador trilha caminhos e o escarnecedor se amotina? Vamos por partes;

> Ímpio aconselha
O ímpio é todo aquele que conhece a piedade, porém não à pratica; e se você chegar à ele, verá que-se trata de uma pessoa aparentemente instruída.

> Pecador tem caminhos
Diferentemente do ímpio, temos o pecador. Este indivíduo é nutrido pela sua própria ignorância, e vaga neste mundo à procura de respostas.

> Escarnecedores se amotinam
Já, os escarnecedores são os ímpios e pecadores em ação; em motíns profanam e banalizam tudo o que é Santo.

O ímpio pratica impiedade para com O Pai
O pecador está no caminho que não é O Filho
O escarnecedor banaliza o que é dO Espírito Santo.

Em suma, temos somente duas classes: o ímpio e o pecador. A razão pela qual não temos mais conversões legítimas, é a seguinte; o pecador chega nas casas de culto e ao invés de encontrarem uma igreja, se deparam com ímpios travestidos de servos.

O mundo eclesiástico derivou, perdeu o controle das coisas; o que verdadeiramente importa hoje, são os números (numerolatria generalizada).

Enquanto em outros grupos, seus ministros têm mais zelo pelo seu sistema denominacional do que com as almas perdidas. Noventa e nove por cento de seus discursos estão pautados na defesa de suas instituições julgando serem elas a palavra de Deus (aberrações teológicas).

Em oposição a isto, temos os fiéis que não se dobram ao "protestantismo romano"
O que seria o Protestantismo Romano?
São seitas evangélicas que:
>Fogem de objeções.
>São absolutistas.
>São exclusivistas.
>Idolatram placas, líderes (selfie).
>Perseguem membros para preservar a instituição.
>Manipulam dons espirituais.
>Praticam simonia.
>Fazem acepções de pessoas...

E o que fazer nesta situação?
Simples!
Medite na lei do Senhor, de dia e de noite, evitando acordos e cargos elevados. O que nos leva a ter experiência com Deus não é a casa externa, mas a interna, até nas covas dos leões o anjo do Senhor desceu. Deus não tem lugar específico para operar. Toda casa tem suas podridões. Não salva uma!

O caro leitor deve se lembrar das pouquíssimas pessoas que esperavam o Messias sem comprometimento agudo com as variantes religiosas; nisto consiste o encontro fidedigno com Deus. Cultue evitando os conselhos ímpios, os caminhos pecaminosos e as rodas "escarniciosas"

Referências bibliográficas:
"Sobre a erudição e os eruditos" - ARTHUR SCHOPENHAUER- "A arte de escrever/pág 22"
Tecnologia do Blogger.